25 de dez de 2008

Não existe

Não existe um belo amor
Porque o amor é belo
Não existe um doce beijo
Porque o beijo é doce
Não existe um forte abraço
Porque o abraço é forte
Se nada for assim não há motivos para viver
Porque amor não foi feito para se ter
Não existe um belo amor
Porque o amor é belo
Não existe um doce beijo
Porque o beijo é doce
Não existe um forte abraço
Porque o abraço é forte
Se tudo for assim não há motivos para não amar
Que coisa mais bela há além abraçar, beijar e amar?
Não existe um belo amor
Porque o amor é belo
Não existe um doce beijo
Porque o beijo é doce
Não existe um forte abraço
Porque o abraço é forte
Se nada for assim não há motivos para sonhar... Porque...
Não existe um belo amor
Porque o amor é belo
Não existe um doce beijo
Porque o beijo é doce
Não existe um forte abraço
Porque o abraço é forte
Se tudo for assim não há motivos para eu deixar de cantar
Não existe um belo amor
Porque o amor é belo
Não existe um doce beijo
Porque o beijo é doce
Não existe um forte abraço
Porque o abraço é forte
Yuri Thomazelli

15 de dez de 2008

A verdade, somente a verdade


Tem uma coisa que preciso te dizer
Não interessa o que eu fale
Somente numa simples expressão
O que digo é uma marca pra sempre

Não interessa o que eu fale
Só quero que preste atenção numa coisa
Que não tem como eu apagar
Nem como eu negar

Somente numa simples expressão
Mesmo que a gente nunca viva
Saiba que não é loucura da minha parte
É muito mais que qualquer arte

O que digo numa simples expressão
Foi criado sem armação
Na mais pura emoção
...
Eu te amo de coração

Yuri Thomazelli

14 de dez de 2008

Mundo Desconhecido

Um dia acordei nesse mundo
Com o tempo eu me preparava
Um mergulho de cabeça mais ao fundo
Que eu não esperava

O sonho murcho na escadaria da vida
As nossa preces são realmente ouvidas?
Poder ver todos de mãos dadas
Sem ser como num cabo de guerra

O que via desde cedo
Veio pra minha realidade de hoje
Sou mais um em que a guerra continua
Lutando mesmo quando roubam o meu ar

Tentando me manter em pé
Esquivando-se das armadilhas da vida
Mesmo nos tropeços e feridas
Ajudando a ficarem de pés
Compartilhando os momentos das nossas vidas

Aquele tempo que nunca existiu
Cheio de fantasias rodeando
Todos aqueles que se perdem na loucura
Ficará marcado na hora da morte
Uma homenagem ao guerrilheiro que se foi
Estanca o sangue perdido nos arrependimentos

Yuri Thomazelli

Penado

Sei que isso não muda o seu caminho
Posso gritar o mais alto que puder
Os ecos nas montanhas não farão
Com que essa minha porcaria chegue até você

Aonde eu estava com a cabeça
Perder tempo com coisas que jamais
Viriam se tornar um ornamento da realidade
Acordar desse pesadelo e o que dói mais
Recomeço do zero, mas infectado
Aquele registro sem remoção
Que agora frio e sem emoção
Infectará o resto da minha vida

Aquela obra de arte que sonhei
Borrada agora sem beleza alguma
Sem borracha que corrija
Foi bom enquanto amei

Doutor Frank me produziu assim
Fazendo-me deixar os parafusos
Terem as suas próprias vidas
E eu sem manutenção

Assombração de todas as madrugadas
Sem dormir esperando pelo alívio
Da manhã seguinte que nunca chega
A pior (con)sequência inventada

O grito com sinal de medo
Na verdade um apelo morto
Pelos cantos do mundo rastejando
Sem poder sentir na alma

Yuri Thomazelli

13 de dez de 2008

Far away (from you)

Far away from you
Far away from you
Why it’s so hard to understand

That it’s only do grow my love for you
I already lost the count of how many stars I sent to you
My Love, just know that I want you well
Without you don’t know if I am someone
I would like to grow with you

A multitude of us by land, sky and sea
All I could overcome
Still I would stay without loving you
Because far away from you, I will stay
What I see in you is not the same you see in me

Far away from you
Far away from you
Why can’t I understand
I will always stay without you

I know that what I feel isn’t in vain
Whenever I see you always have a emotion
Near or far you’ll always in my heart

Far away from you
Far away from you
Why can’t I understand
I will always stay without you

Yuri Thomazelli



Versão em português

Ficar longe de você
Ficar longe de você
Será que e tão difícil de entender
Que isso faz crescer o meu amor por você

Ficar longe de você
Ficar longe de você
Por que eu não consigo compreender
Que eu sempre ficarei sem você

Eu perdi a conta de quantas estrelas eu te mandei
Amor, apenas saiba que eu te quero bem
Sem você eu não sei se sou alguém
Eu gostaria de seguir alem

Uma imensidão entre nos por terra, céu e mar
Tudo que eu poderia ultrapassar
Ainda mesmo assim ficaria sem te amar
Porque longe de você, eu vou ficar
O que eu enxergo em ti não e o mesmo que (tu) vês em mim

Eu sei que o que eu sinto não e em vão
Sempre que te vejo sempre uma emoção
Perto ou longe você sempre estará no meu coração

Yuri Thomazelli

11 de dez de 2008

A missão falhou

Desgraça, agora já era
Um tiro sem volta
Que alvo imaginava?
A sombra que eu acompanho nos sonhos
Ficará para sempre na minha memória
Presa como num final de guerra

Desgraça, agora já era
Quem eu queria salvar?
Que se dane agora, eu não quero saber
Até quando eu vou resistir?
Essa porcaria não poderia ter acontecido
Essa tinha sido a minha primeira missão

Que praga foi aquela?
A missão falhou
O recomeço não existe mais
Do que mais não serei capaz?

Quem se foi, foi quem você levou
Acha mesmo poder voltar atrás
E resgatar aquela missão?
O que quer pedir mais
A sua cabeça já se foi desse mundo

Quem se foi, foi quem você levou
Naquele caminho conturbado
Criar as suas próprias missões
Acha mesmo poder seguir por si?
Você segue sozinho do seu clã

Que praga foi aquela?
A missão falhou
O recomeço não existe mais
Do que mais não serei capaz?

Yuri Thomazelli

10 de dez de 2008

Fotos de Milano


Na praça, ao lado do meu mascote... XD


Piloto de testes...!



Motor Ferrari V10




Piazza D'Uomo





Neve no caminho!

Vencido

Acordar depois de um coma profundo
24 hora de escuridão, sem ver a aurora boreal
Tudo mudado desde daquele dia fatal
As estrelas sumiram, a lua perdeu a sua magia

Andando por todos os lados
Sem saber onde chegar
Ruas vazias de almas
Tudo feito pra pagar

Destruído, apodrecido
...
Vencido
Correr pra quê?
Qual o sentido de agora em diante?
Que resposta eu precisaria afinal?
Destruído, apodrecido
...
Vencido

Acordar sem saber qual estrada escolher
Vozes de todos os lados
Uma pessoa do outro mundo que vêem
Um idioma diverso, por que ser igual?

Final de tudo
Recomeçar pra quê?
Esperar as estações
Pra viver um novo eclipse?

Destruído, apodrecido
...
Vencido
Correr pra quê?
Qual o sentido de agora em diante?
Que resposta eu precisaria afinal?
Destruído, apodrecido
...
Vencido

Yuri Thomazelli