30 de jan de 2009

"Multa" que não tem preço

Na alegria ou na tristeza
Nós seguimos juntos
Um dia é do nosso sorriso
O outro da nossa lágrima
E não nos soltamos
Na alegria ou na tristeza
Em caminhos paralelos

Oh meu Deus, que trilhos são esses
Sem freios, sem volta, com tantas marcas
São trilhos de montanha-russa
O certo e o errado de mãos dadas

Oh Deus pai, por que inventar
Se das outras vezes era apenas um vazio
São trilhos de montanha-russa
Os altos e baixos nunca são os mesmos

Oh santo Deus, aqui se faz aqui se paga
Tão difícil, mas sei que é preciso aceitar
São Trilhos de montanha-russa
Um dia eu plantei, então eu colho

Na alegria ou na tristeza
Nos seguimos juntos
Um dia é do nosso sorriso
O outro da nossa lágrima
E ano nos soltamos
Na alegria ou na tristeza
Em caminhos paralelos

Yuri Thomazelli

Até

Até aonde vai a sua esperança
Até onde segue a sua vida
Até onde você agüenta
Até onde... Eles deixam você caminhar

Amores inúteis, política corrupta
Até parece uma cena de filme
Tiros mortais, assaltos de olhos fechados
Até parece que isso mais que normal

Estrutura, pilares, sustento
Até quando vai ser de papel
Nada concreto, nada segura
Até quando vamos mentir pra nós mesmos

Até aonde vai a sua esperança
Até onde segue a sua vida
Até onde você agüenta
Até onde... Eles deixam você caminhar

Cidades, selvas
Até por que essa comparação
Animais, homens
Até por que devemos entender isso

A vida, os sorrisos que nascem
Até quantos terão uma estrada assim
Sem pai, sem mãe, o ódio que surge
Até quantos terão que ser assim

Até aonde vai a sua esperança
Até onde segue a sua vida
Até onde você agüenta
Ate onde... Eles deixam você caminhar

O conhecimento, a sabedoria e "aquele outro"
Até que não seria nada mal se soubessem valorizar
Se a estrutura vai mal, então precisamos corrigir
Até que uma hora notem que falta alguma coisa
Na sua carteira, na sua família, na sua mente

Até aonde vai a sua esperança
Até onde segue a sua vida
Até onde você agüenta
Até onde... Eles deixam você caminhar

Yuri Thomazelli

29 de jan de 2009

Con"C"erto

O mundo dá voltas e voltas
A gente se vê no espelho
A gente fica de costas um para o outro
Mas eu sinto aqui... e você nem sabe

O sol está em todo os lugares
Nossas vidas dormem e acordam
A gente não se enxerga
E as nossas palavras tem outras traduções

Queria poder apagar aqueles desvios que fiz
Tantas escolhas que estou cada vez mais longe
Não posso adivinhar o vem pela manhã
Apenas que posso tirar um sorriso seu

Às vezes eu penso em você
Sobre a escolha que fiz em te conhecer
Desde então, foi a mais certa que consegui fazer
Mas sou crucificado por aquilo que não sinto por você

Yuri Thomazelli

27 de jan de 2009

Gente de tempo, gente nova, ambos sem vida

Vejo todos os dias
Aqueles que conheci
Brigando por nada
Perdendo a alma
Goz... Cagando a vida

Cansei de perder o meu tempo
De tentar arrumar essa porcaria
São surdos e querem que eu entre
Nessa roleta russa que todos morrem

E eu deveria me preocupar
Se daqui a alguns anos
Vou ser só a historia de um fraco
Que um dia quis ver todos sorrindo

Adoram complicar por interesse
As armas eram do filme “Ghost”?
O outro lado da moeda não foi esse
Tinha um ambicioso estampado nela

Não é fácil dormir sabendo
Que a casa do vizinho está em chamas
Gente que se foi antes dessa novela terminar
Que se arriscaram a crer que o tiro era de papel

E eu deveria me preocupar
Se daqui a alguns anos
Vou ser só a historia de um fraco
Que um dia quis ver todos sorrindo

As fantasias se acabam e máscara cai a cada dia
O mundo sempre tem um novo argumento
Para explicar a aqueles que se foram
Que sempre existira um minuto de silencio (paz)

Com tantas “riquezas escondidas”
Pobres rostinhos clamando por um
Prato de comida e um carinho
Arrecadado no suor dos nossos rostos

A sanidade desse mundo se foi
E não sei mais do que são capazes
Aquele sonho de criança que temos
Eles vão fazer o favor de botar abaixo

Yuri Thomazelli

Quando a verdade arranca todos os parafusos

Quando você vai parar de agir assim
Será que não percebe que eu cansei de você
Depois de você ter me sufocado tanto

Agora consegui escapar das suas algemas
E estou seguindo a minha vida
A escravidão ficou presa no passado

O que você está fazendo aqui
Você parece um cachorro perdido da sua dona
“Adote-me”, você diz a todas

Chega! Aqui é o fim da linha pra você
E se como você diz acreditar em “luz no fim do túnel”
Siga em frente
Apenas cuide para quando você ver o trem
Que ele não passe por cima de ti

O seu vermelho é daquele que desbota rápido
E mostra a verdade doentia através da sua cara!

Yuri Thomazelli

24 de jan de 2009

Anjo em azul escuro

Odeie-me, odeie-me, odeie-me
mas irei ajudar você
Não pertenço ao céu
Quebre-me, quebre-me, quebre-me
mas continuarei em você
Não pertenço ao inferno

Engana-me, engana-me, engana-me
mas irei proteger você
O mal tem um caminho curto
Apague-me, apague-me, apague-me
mas irei acreditarei com você
O bem nem sempre termina bem

Não peço nada em troca
Porque aqui tudo vira pó
Encontrei-te pra pagar o que te fiz
Apenas sinta essa brisa gelada
e saiba que estou por perto

Eu não conheço muito esse mundo
Sei que tem passagens únicas
Porque antes de chegar aqui
meu caminho deu essas lições da vida
E não posso deixar você seguir as minhas chagas

Odeie-me, quebre-me
Engana-me, apague-me
Se um dia você falar a minha língua
Eu descansarei em paz
Porque estaremos cicatrizados

Anjo em azul escuro
Daquele "azul" que me deu vida
Não tenho forças como anjo do céu
Nem poder como o anjo do inferno
Apenas que das minhas profundezas brota uma outra cor...

Yuri Thomazelli


English version (Angel in dark blue)

hate me, hate me, hate me
but I will help you
I Not belong to heaven
Break me, break me, break me
but I will continue with you
I Not belong to hell

Fool me, fool me, fool me
but I will protect you
The evil has a short path
Finish me, finish me, finish me
but I will believing in you
Sometimes the well not ends well

I don't ask nothing in return
Because everything here turns powder
I found you for pay what I did to you
Just feel the icy breeze
and know that I'm around

I do not know much this world
I know that have unique passages
Because before you get here
my way has showed these lessons of life
And I can not let you follow my wounds

Hate me, break me,
fool me, finish me
If one day you speak my language
I will rest in peace
Because we will be healed

An angel in dark blue
From that blue that gave my life
I don't have forces as angel from heaven
I don't have power as the angel of hell
Only that of my deep springs another color...

Yuri Thomazelli

23 de jan de 2009

"Sintonia fina"

Não tenho o melhor sorriso
Nem as melhores conversas
Menos ainda a melhor atitude
Só sei que tem uma vida que faz acontecer

Ao acaso ou não
A sintonia foi ajustada
Para a vida inteira ou por um instante
Às vezes parecemos peças de um jogo de xadrez

Saibam que todos fazem parte
Cada um com seu momento
Distâncias a parte
Isso inclui você ai... Também

Aquela última conversa
De horas ou minuto
Não ache que foi em vão
Porque o desperdício está fora do ar

Aqui em um mundo ausente
Tantos desencontros
Por tempo ou por vidas novas
Nessa estrada cheia de cruzamentos

Saibam que todos fazem parte
Cada um com seu momento
Distâncias à parte
Isso inclui você ai... Também

Yuri Thomazelli

Welcome //////!

Now I can't say that I am only son!
Welcome! Hehe!

Your family presents to you, the life
Look these wierd faces seeing to you
Don't worry, don't be afraid,
we are just smiling to you stop cry,
because we will be your "home"
This white angel was who that brought you to us,
to this life

I can't see you for now,
but wait that one day
my love will get to you
At the same time that the sea
separate us
The sky will shorten this distance
I promise

In your first steps "enjoy", because
it's the best part of the life,
but don't forget to respect your mom
With she you'll learn about the other side
of this life that isn't "piece of cake"

By your brother, listen
"Keep out of bad and just do
what is good"*

Yuri Thomazelli

Tradução (Seja bem vinda //////!)

Agora eu não posso dizer que sou filho único!
Seja Bem-vinda! Hehe!!!

Sua família apresenta a você, a vida
Veja estes rostos estranhos olhando para você
Não se preocupe, não tenha medo,
estamos apenas sorrindo para você parar de chorar,
porque nós seremos o seu "lar"
E este anjo branco que foi quem te trouxe para nós,
para esta vida

Eu não posso vê-la por enquanto,
mas espere que um dia meu amor vai chegar até você
Ao mesmo tempo que o mar nos separa
O céu vai encurtar essa distância
Eu prometo

Nos seus primeiros passos "aproveite",
porque essa é a melhor parte da vida
Mas não se esqueça de respeitar a sua mãe
Com ela você vai aprender sobre o outro lado desta vida
que não é brincadeira

Por seu irmão, escute
"Fique longe do mau e só faça o que é bom"*

Yuri Thomazelli

22 de jan de 2009

Domingo triste

Oi amor...
Agora passado tanto tempo desde aquele dia
Eu agora, consegui enxergar aquilo que não conseguia
Embora todos falassem da maneira mais simples possível
Eu quis seguir por mim mesmo, porque só assim seria verdadeiro (pra mim)
Mas que agora, tarde demais... Eu vi...

Foi uma despedida terrível, aquele sol triste cobria o dia
Aquela chuva que não vinha do céu, todos de olhos fechados
Porque não queriam me ver estático pra sempre
Eu não conseguia mais esquecer, que tudo foi um deslize meu
Ainda me da vontade de voltar, mas não existe a segunda chance aqui...

Eu não sei pra onde vou agora
Eles não chamam, eles sentem a gente
Ainda temos muito a descobrir
Algumas coisas eu já sabia
Você com certeza se surpreenderá
Não tenha medo, porque no fim a gente enxerga
Que nada foi por acaso, que essa assinatura tem um dono universal

Yuri Thomazelli

Hunk (from Resident Evil)

Roger that, sir...

This is my mission
I will protect the virus
The dead never die

I am the last survivor
Running by this hell
That one day was the heaven
Hearing the screams of fear

Roger that, sir...

I'm having fun with they
Some monsters try to complicate
But my arms take them down
The next door... Surprise...!

Sir, the mission has been completed successfully
I got the subject
Once again you...
Great job Mr. Dead...!

Roger that, sir...
The Dead never die


Yuri Thomazelli

Give a rose

Stop! I'm so bored with this shit
Every day we watch our destruction
If you want that this world change
Just give...

Give a rose
Give a rose
Give a rose

It do not need be cash
Use your soul because the sacrifice is in the past
Today can be a good day
If you just give...

Give a rose
Give a rose
Give a rose

If you cannot help the people around the world
Start by your soul, by your friends or by your street
If they don't live under the bridge
You can just give...

Give a rose
Give a rose
Give a rose

Roses in our lifes cannot be without "you"
Nobody is object slave of your world
And you can show much more than power, your soul
So just give...

Give a rose
Give a smile
Give a star

Yuri Thomazelli


Tradução (Dê uma rosa)

Pára! Estou tão entediado com essa "droga"
Todos os dias Assistimos a nossa destruição
Se você quiser que o mundo mudar
Apenas dê...

Dê uma rosa
Dê uma rosa
Dê uma rosa

Não necessita ser em dinheiro
Use a sua alma, porque o sacrifício está no passado
Hoje pode ser um bom dia
Se você apenas der...

Dê uma rosa
Dê uma rosa
Dê uma rosa

Se você não pode ajudar as pessoas ao redor do mundo
Comece por sua alma, por seus amigos ou pela sua rua
Se eles não vivem debaixo da ponte
Mas você pode apenas dar...

Dê uma rosa
Dê uma rosa
Dê uma rosa

Rosas em nossas vidas não podem ser sem "você"
Ninguém é objeto ou escravo do seu mundo
E você pode mostrar muito mais que poder, a sua alma
Então basta dar...

Dê uma rosa
Dê um sorriso
Dê uma estrela

Yuri Thomazelli

20 de jan de 2009

Heart Shaped Shit

Since of times from infant
to the hell of maturity
This nightmare continues

I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my life
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my way
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my heart

Everything I make seems be wrong
Everything I try always finish wrong
Everything I love I do (shit) wrong

I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my life
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my way
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my heart

Not only you but also me can’t believe that
My miserable feelings has destructed
What I wanted a lot in my life

I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my life
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my way
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my heart

I would like to say, I would like
Just would like, because
I don’t know more what is happiness

The only thing that I could call of true
My hope of this life now is finished
The destiny showed this other reality

I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my life
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my way
I have Heart shaped shit
I have Heart shaped shit
This is my heart


Traduçao (Coração moldado à merda)

Desde dos tempos de infância
para o inferno da maturidade
Este pesadelo continua

Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Esta é a minha vida
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu jeito
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu coração

Tudo que eu faço parece estar errado
Tudo que eu sempre tento acaba mal
Tudo que eu amo, eu faço (merda) errado

Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Esta é a minha vida
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu jeito
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado àmerda
Este é o meu coração

Não só você, mas eu também não acredito que
Meus sentimentos miseráveis tenham destruído
O que eu queria muito na minha vida

Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Esta é a minha vida
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu jeito
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu coração

Gostaria de dizer, gostaria
Só gostaria, porque
não sei mais o que é felicidade

A única coisa que eu poderia chamar de verdadeira
A minha esperança da vida, agora está acabada
O destino mostrou esta outra realidade

Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Esta é a minha vida
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu jeito
Tenho coração moldado à merda
Tenho coração moldado à merda
Este é o meu coração

Yuri Thomazelli

Vencido v2

Hoje não tenho nada melhor pra cantar que
dizer que a esperança no fundo do poço, secou
Dizer que tenho de ser sangue frio, daqui em diante
Deixar tudo aquilo que sempre quis, de lado
Deixar pra uma outra vida, quem sabe

Tantos desejos afogados nesse branco
Um final prematuro por ficar de olhos "vendidos"
Por tudo aquilo que vivi, agora transformado em gelo
O meu sonho como aquele vivido por Adão e Eva
Acordado vejo não passa de uma lenda

Tudo tempo perdido
que tempo não (a)paga
Mostra todo santo dia
como num outdoor na cidade
Embora eu sempre visse sem ler
aquelas letras minúsculas
...
Já espero por ficar sem escutar
Já espero por ficar sem tocar
Já espero por ficar sem andar
...
Atrás daquela minha vida...

Yuri Thomazelli

16 de jan de 2009

Sonho

Um dia sonhei com você
Só você e eu num campo florido
de sorrisos de todas as cores
e ao canto dos pássaros
E você me deu aquele botão de rosa
que ate hoje tenho comigo

Lembro de nós abraçados, calados
apenas nossos corações conversavam
daquela maneira que só nós entendíamos
Os nossos olhares prenunciavam as nossas
lágrimas de alegria que cairiam do céu

Um dia sonhei com você
Só você e eu num campo florido
brincando naquela chuva
como crianças despreocupadas
E você me deu aquele beijo
que ate hoje eu sinto o calor dos seu lábios

Lembro de nos, você me mostrando
aquele nosso carinho por através
das sete cores do arco-íris
Os nossos olhares se fecharam
A nossa respiração, o nosso calor, o nosso contato
faziam intensificar cada vez mais... O nosso amor...

Hoje acordei sozinho, quieto, procurando compreender
o que aconteceu durante a noite...
Então senti alguma coisa no meu peito...
Foi então que percebi que era aquele botão de rosa
que hoje floriu

Yuri Thomazelli

15 de jan de 2009

Por que o mundo não muda

Resposta que não são Deus sabe
Tudo tem de ser tão complicado
Não porque a minha idéia não cabe
Porque ninguém quer seu rumo ameaçado

Passar por cima de todos
Sem querer saber quem esta do lado
Começam os tiros descontrolados
Razão que não é solução

Pensar igual ontem, hoje e sempre
Estar preso no final do felizes para sempre
A mesma vida sempre
O pão de cada dia com o sabor de sempre
...
Agir diferente
A vida caminha diferente
Apenas falta apenas aceitar entender o diferente
Isso e ser radicalmente diferente?

Qual e o problema de aceitar
Não acredito que pra você isso seja derrotar
A maneira mais infantil de fazer acreditar
Que tudo uma hora tem que mudar

Nunca pensei que você pudesse ser teimoso
Querer ser errado pra não ser o curioso
Deixando de descobrir o novo
Ser respeitado não precisa de nenhum ato glorioso

Yuri Thomazelli

11 de jan de 2009

X2U

I wish that...
Hopes
That make your life
Our
Choices change the brightness

I learned a lot things with you
This is not a simple life
I wish just see you
Because the silence in your heart
Is corrosive to me
Why is so hard to answer

I wish that...
Hopes
That make your life
Our
Choices change the brightness

I don't know what is wrong
Day after day we leave
To take our separate star

Yuri Thomazelli

Yuyu pt3

Yuyu, what the hell are you thinking?
That was your life that you threw away
I can’t believe you did this with…
What do you feel is not something and, you know
By God at the sky, you went so far away

I don’t know
Sometimes I guess that I did it to our well
I do not want be the wrong guy in this love
Because I just love… The true love… I believe
I know
Sometimes I make my sentences without my thoughts
After it is too late to get the restart
When I see the others ways

Yuyu, If I could give you some punch
I would like with all my pleasure
You are not a child, where is that guy from that day?
You know about what I am speaking
You were a lovely guy

I don’t know
Sometimes I can’t believe that I’m dead
Because inside me don’t have more feelings
I do my actions so cold… To the well… With bad choices
I know
I lost my heart… In the reality I lost my hope to live
I must continue my life, alone or not, because here is paid
The way I’ve got smashed, now I will be a slave from my own life

Yuyu, shut up!
How that a guy like you that did she to smile
Made the same girl stay sad with your attitudes
Why do you do this it?

I don’t know
I can’t explain my feelings
I made these weird things to be quiet
Because I didn’t want turn me in the nightmare
I know
That is the bitter end, the worst I could imagine
Oh my God, Why am I so? Why is this my life?
Please, kill me……

9 de jan de 2009

Neve

Mais um dia desse ano gelado
O frio que vem de dentro
Congela a paisagem
Bela por fora, morta por dentro

Brincar com a neve de boladas
Sonho de quem vem do sul
Uma pancada gelada que dói a alma
Anjos na neve que ao entardecer
Em pesadelos se transformam

No nevoeiro pessoas que não deveriam
Somem e não voltam mais, por quê?
Pessoas de calor não aquecem as do frio?

Yuri Thomazelli

3 de jan de 2009

O fim do meu coraçao

Eu nao queria que fosse assim
Nao imaginas o quanto me sinto mal
Por esse acidente que um dia foi um encontro

Nao quero perdao
Apenas entenda que nao fiz por mal
Interesse, desculpe nao sou comerciante
Eu sou um erro de Deus
Quando vou compreender que eu rimo com solidao

Que diabos e isso, por que tem que ser desse jeito?
Acordar no primeiro dia do ano
Com pe direito numa rua inglesa...

Nao sei o que pode mais acontecer
O que eu sinto, cade a razao do sorriso?
Eu queria tanto poder sorrir, abraçar um amor

Nao quero perdao
Apenas entenda que nao fiz por mal
Interesse, desculpe nao sou comerciante
Eu sou um erro de Deus
Quando vou compreender que eu rimo com solidao

Tudo que venho recebendo nada mais e que a dor
Tudo recebido numa pancada
Sinto-me quebrado pra olhar o ceu

Feito cobra sem veneno
Rastejo-me pela estrada a beira do abismo
Largo minha vida ao vento

Quando poderei me sentir partir?
Pelo o que mais eu poderia sorrir?
....
Nao quero perdao
Apenas entenda que nao fiz por mal
Interesse, desculpe nao sou comerciante
Eu sou um erro de Deus
Quando vou compreender que eu rimo com solidao

Yuri Thomazelli

2 de jan de 2009

Tunel da vida

Cada um tem o seu, cada um sabe do que faloEu sempre enxergava uma luz no “fim” desse tunelEu sempre caminhava ao rumo de alcança-loAte que um dia um desgraçado deu um tiro e quebrou essa luzFiquei sem rumo, sem saber pra onde irSem saber o que fazer da vida porque assimEu ficava olhando para tudo que eu ja fiz ou fariaMas agora nada disso tinha mais valor pra mim seguir em frenteSozinho, no escuro, estatico, com frioNao via nada na frente, comecei a me arrastar entaoIa tropeçando em nas coisas que estavam no meu caminhoDe tanto tentar nesse desespero acabei por “dar de cara” com a paredeE cai, ali fiquei ate que eu tivesse consciencia do que tinha acabado de ocorrerQuando me levantei, atordoado com a pancadaJa nao sabia mais o que era ida e o que era voltaJa havia andado um bom bocado ate aqui, tropeçando entao, nem se contaPensei estar ficando louco, quando e que tornaria a ver alguma luzOu teria eu ficado cego sem saber?“Escolhi” um lado e comecei a correr descontroladamenteQueria me acalmar um pouco, a todo custoE nessa corrida, nao queria nem saber de obstaculo ou sei la mais o queFui chutando tudo o que estava pela minha frente, sem poder verNao me preucupei nessa hora se estava jogando para longe ou quebrandoChutava com vontade e que se danasse os problemas a parteE qual nao foi a minha calma quando vi longe uma “clareira”Nenhuma. Ai foi que comecei a correr “pelas paredes”Mas no mesmo esquema de “chutar o balde”Nesse curto caminho pensei, pareço aqueles manifestantes nas ruasQue pensam “o governo paga/conserta” e “eu estou aqui pelos meus direitos”E quanto ao segundo pensamento ate dava pra engolir porque era a minha vidaSo nao parei pra perceber que na minha vida quem paga sou eu. Por que? Ah...Quase sem dedos nos pes de tanto “chutar o pau da barraca”, enfim cheguei. Legal e agora?A minha segunda pior desilusao (sim porque a primeira alguem conseguiu quebrar)Foi ao saber que toda essa corrida foi em vao, eu simplesmente volteiAo inves de seguir em frente, tornei ao meu passado, na ultima luz que eu havia instaladoSilencio. Eu podia escutar aquelas lembranças daquele tempoTodos aqueles que fazem/fizeram parte da minha vida antes desse caminho obscuro surgirAli podia ver aquela “minha casa” que eu tinha começado a construirMas que deixei de lado em busca de um novo rumoFogao, geladeira, TV, sofa ali arrumados, amigo(a) na sala junto com alguem da familiaLa conversando sobre qualquer bom assuntoE eu ali do lado apenas me recordando daquele tempos feito alma penadaEu poderia atravessar e mergulhar mais fundo nessas recordaçoes, mas pra que?Eu me sentiria cada vez mais perfurado por dentro, dor que so quem sente, sabeViver do passado entao, que tal? Nao. Tem mais pra frente. So Seguir, mas no escuro? NaoDeixei a visita esperando na sala, batendo um papo enquanto isso apenas me acalmava (agora sim calmo mesmo) e apreciava poder ter voltado a enxergar, afinal aqueles dias sem ver nada... Ninguem merece. Entao respirei fundo, refleti: “mas como e que eu fazia antes pra acender o meu caminho?”Nao demorou muito nao, parecia que antes eu nao queria e prestar atençao mesmo. Burrice? Nao... Uma coisa que so quem “sente”, sabe“All right people, let’s go”, como naquele game viciante, eu levava essa frase comigoEntao, passo a passo, curtos, mas firmes, quietos eu ia andandoRedescobrindo tudo aquilo que parecia aprender a primeira serie novamenteOk, agora, ao inves de mandar longe aquilo que nao via, eu ia no tato sentindo o que era o que.A cada toque, eu ia começando a enxergar o que realmente era, ia ficando iluminadoNao que eu fosse um santo pelo “iluminado”, mas num sentido de que agora eu sabia o que realmente era; no que eu tocavaAssim entao fui descobrindo, encaixando o que tinha desmontado...Mas como eu tinha dito antes, na nossa vida nao existe governo pra pagar o consertoA gente e que paga.Nem tudo daquilo que “mandei pro espaço” eu podia sequer colar, porque ainda assim nao teria como cosertar, nao teria mais como ter aquela “mesma peça” novinha em folhaEntao teria que me acostumar a aceitar com aquilo que eu mesmo “dei corda”“Que coisa nao!?” Apesar dos apesares, o valor mesmo quebrado, vale ao menos pra mimMais que qualquer ouro, alias... Alias, nao tem valor estimado pra mimMas e bom lembrar que nem tudo que chutava eram coisas boas, algumas mesmo...Agora mais educadamente eu pedia para que “se retirasse, pois nao partiamos do mesmo principio”. Paciencia de Jo. Mas tambem, colho aquilo que planto se nao tiver paciencia alguma“De grao em grao a galinha enche o papo”, assim eu estava seguindo no que eu tocava eu exergava, um PC, algumas roupas, o novo vizinho que fala diferente, uma pessoa conhecida de tempos atras que deu noticias, um tempo so pra mim“(...)Cedo ou tarde demais (...)” isso iria acontecer, sinto como as chagas de CristoEu cheguei ate aquele ponto iluminado, nao tinha como eu colarPorque nao teria mais a mesma vida, guardar coisas quebradas pra que?Mas pra todo caso sempre ha uma excessao... Hum...Apenas juntei os cacos, eu sentia algo diferente enquanto juntavaUm motivo nem um pouco estupido. “(...)Nao sei porque(...)”Era um material diferente, nao era vidro, nao era madeira, nada explicavel (!?)Guardei num recipiente aberto, como se eu soubesse que aquilo respirasseE carrego comigo, nos primeiros tempos eu deixava da minha vida pra dar muita atençaoE como se a cada barulhinho fosse alguma reaçao de que algo...Hoje eu dou atençao, apesar de estar com o meu coraçao desligado, nao sei por quanto tempoTem “sentimentos” que jamais esquecereiEsteja onde estiver, eu sempre...Assim eu vou caminhando nesse tunel da vida.

Yuri Thomazelli