29 de dez de 2009

Pérola

Pérolas raramente são encontradas
A menina dos olhos
brilho para poucos
brilho sentido

O lirismo do dia-a-dia
Uma letra sem muitas rimas
entre os erros e acertos que
fazem parte dessa 'música'

O cheio e o deserto
Um dia encantado
outro decepcionado
A canção muda enquanto
estamos dançando


Às vezes, as horas parecem
com uma correnteza de um mar revolto
contrárias às nossas idéias
Mas não se esqueça que
zero, um dia tudo já foi

Não olhe pra trás, porque hoje
Presentes com ou sem embrulhos
São 'presentes' de vida
E nunca se esqueça que
um sorriso vale mais que
mil desilusões, pra tanto
Olhe para dentro do seu coração

O perto e o longe
Um dia ao seu lado
outro dia afastado
Momentos estão sempre cicatrizando

Yuri Thomazelli

16 de dez de 2009

'Um recomeço' do séc XX perdido no séc XXI


Pra todo fim
um 'novo começo'
Porque eu acredito em você

Eu poderia te descartar
feito uma dama sem 'copas'
Mas 'alguém' deu pra gente
esse 'novo começo'

Doce luz em meio às amarguras
dessa vida
Não nos encontramos como em
"Cinderela", nem como em "A bela adormecida"

Tu não és perfeita
porém saiba que és especial
pra mim
Eu não sou perfeito
porém gostaria de ser especial
pra você

Imperfeições ao olhos alheios
O que vale mesmo é o que sentimos
um pelo outro
é especial

Sempre soube que você
não seria perfeita
que você teria a sua
própria receita

(Pés no chão, corações ao alto
Voe comigo, porque após
tantas frustrações
Da mesma forma
que você quer sorrir,
eu quero te fazer feliz)

'Alguém' deu pra gente
um 'novo começo'
Então vamos mudar de endereço
Pra onde não exista 'paus' e 'espadas'
Pra onde o nosso ouro
sejam nossas 'copas'

Yuri Thomazelli

11 de dez de 2009

Dual


Meu mundo quebrou
o chão afundou
Ontem a minha vida desandou

Meu coração furou
feito balão voou
De repente meu sorriso murchou

Meu entusiasmo acabou
como bolha de sabão furou
A minha idéia de viver nesse mundo pifou
...
-A esperança correu
Uma rosa brotou
-Procuro por onde ela se escondeu
Branca ou vermelha sua cor não mostrou
-Hoje sinto que a minha vida não adormeceu
Talvez um dia eu saiba se a minha vida é paz ou amor

Yuri Thomazelli

4 de dez de 2009

P'e'ssado


Uma rua em guardada como
uma fotografia em sépia
Todas as lembranças paralisadas
Naquele tempo em que as horas
não voltam mais pra te trazer de volta

Por que teve que ser assim, tão de repente?
O encanto foi quebrado e como Cinderela você se foi
deixando a sua marca dentro de mim

Uma estrada reta, sem você no horizonte
Torna tudo preto e branco
Torna tudo vazio e

Traz o silêncio que me inquieta a alma
Como naquela fotografia em que a
gente se viu pela última vez

Yuri Thomazelli