31 de dez de 2013

Último hino



Um último gole
de cerveja amarga
O falso ouro da alegria
O último efeito dessa droga
O falso amor do dia

E tudo que ficou pra trás
Agora que dessa vez
que reste em paz

Dias empurrados
contra a parede
em passos lentos
Mortal demais
para aniquilá-los
Preso em estar bêbado diante
de tantos fracassos

E tudo que ficou pra trás
Agora que dessa vez
 se exploda de uma vez

Tantas importâncias
desnecessárias
Tantas importâncias
desperdiçadas
Tantas importâncias
Tantas importâncias
que sozinho não pude
ser capaz

E tudo que ficou pra trás
que se foda
Quero mais é que se exploda
porque não posso mais
voltar atrás

O gosto amargo
O  triste calor
O solitário frio
O falso espelho

E tudo que ficou pra trás
toda essa porra
Agora que dessa vez
reste em paz

Tempo perdido
Amor mal resolvido
Amor perdido
Tempo mal resolvido
carma colhido

E tudo que ficou pra trás
que tome no cú
bem tomado
Que tome no cú em paz

Yuri Thomazelli

Autodestruição


Arquivo corrupto
ou inexistente...
.
..
...
Sistema fora do ar...
.
..
...
Modo de segurança
sem rede...
.
..
...
Programas bloqueados...
.
..
...
Hardware obsoleto...
.
..
...
Memória interna
intacta...
.
..
...
Expansão por mídias
interrompidas...
.
..
...
Infecções ocultas...
.
..
...
Banco de dados
sem atualizações...
.
..
...
Sem correções
disponíveis...
.
..
...
Restauração não encontrada...
.
..
...
Tela azul repetinamente...
.
..
...
Formatação requisitada...
...
...
...
...
...

Yuri Thomazelli

30 de dez de 2013

Sonho rendido


Um eco
perdido
No vácuo
despercebido
Onde batimentos
sem rumo
Cantarolavam
silenciosamente
Por um dia
sem fim


Mundo florido
de cores
Perfeitamente
o cheiro
Da vida
feliz para
Sempre estar
numa música
Juntos até
o céu


Um leve
suspiro imaginário
Sem sabor
sem promessas
Uma imagem
no imaginário
Inúmeras formas
Nenhuma realidade
Dentro
do comum


Que porra
é essa?
Nunca senti
isso antes
Onde estão
minhas forças?
Fora
do controle
Mantenha a
firmeza

Quanto tempo
mais
General
desgeneralizado
Exército de 
um homem 
perdeu sua
Arma
virou uma
Melodia solitária

Composição
sem ingredientes
Artificiais 
amores reais
Sinfonia rendida
Nunca houve
território inimigo
Campo florido
Desconhecido
coração

Yuri Thomazelli

24 de dez de 2013

Presente

Um presente
Quantos presentes
necessários para um sorriso
O resultado presente
sem deixar de ser presente
sem ser presente
sem ser ausente

Um presente
Quantos presentes
presenteados sorriram
sem despresentear
o presente momento
sem presentes
sempre presente

Presentes e presentes
Presente

Um presente
Tantos presentes
Quantos ausentes sorrisos
O presente do
presente momento
realmente presenteou
Para onde vão esses presentes?

Vários presentes
nunca presente
Os presentes não sorriram
muitos presentes
sem presentes
No presente momento
apenas no presente



Yuri Thomazelli