29 de fev de 2012

Suspiro sem sabor



Meu amor
Não faço a menor ideia
Se tu existes ou não
Sabe lá o que vai acontecer
depois que eu acordar

Tudo poderá ser mais uma ilusão
ou quem sabe um karma de todos
os meus erros sem noção

Quem sabe ainda eu tenha
alguma chance
Quem sabe...

Apesar de todo santo dia
o mundo parecer que está se afundando
tem muita gente se conhecendo antes
que um dia tudo acabe

Não sei o que poderíamos imaginar
Imagino e não imagino ao mesmo tempo
Tudo o que a gente já sabe
e ainda seremos ingênuos até lá

Tudo poderá ser mais uma ilusão
ou quem sabe um karma de todos
os meus erros sem noção

Quem sabe ainda eu tenha
alguma chance
Quem sabe...

Desci das nuvens pra viver aqui embaixo
aonde vejo tudo na mesma dimensão
dos cacos que restaram do meu coração

Não faço parte dos  mesmos
Sigo assim
Porque assim quero continuar
sendo eu mesmo

Tudo poderá ser mais uma ilusão
ou quem sabe um karma de todos
os meus erros sem noção

Quem sabe ainda eu tenha
alguma chance
Quem sabe...

Ainda que fique do jeito que está
Pois bem, tudo andará
Como um dia tudo começou
Descarreguei esse gosto amargo
para ficar com meu final feliz
sem sal

Tudo poderá ser mais uma ilusão
ou quem sabe um karma de todos
os meus erros sem noção

Quem sabe ainda eu tenha
alguma chance
Quem sabe...

Yuri Thomazelli

12 de fev de 2012

O Rappa - O que sobrou do céu



O, la lá, o la lá, ê ah
O, la lá, o la lá, ê ê

O, la lá, o la lá, ê ê ah
O, la lá, o la lá, ê ê

Faltou luz mas era dia, o sol invadiu a sala
Fez da TV um espelho refletindo o que a gente esquecia

Faltou luz mas era dia... di-ia
Faltou luz mas era dia, dia, dia

O som das crianças brincando nas ruas
Como se fosse um quintal
A cerveja gelada na esquina
Como se espantasse o mal

O chá pra curar esta azia
Um bom chá pra curar esta azia
Todas as ciências de baixa tecnologia
Todas as cores escondidas nas nuvens da rotina

Pra gente ver... por entre prédios e nós...
Pra gente ver... o que sobrou do céu... o la lá

11 de fev de 2012

Platônico


Assim caminhamos juntos
Rindo platonicamente de tudo

E apreciando coisas sem nexos
deixando o mundo perplexo

Jamais imaginei como seria
descobrir as canções que cantaria

Mesmo sem as melodias
das despercebidas poesias

Sorrir um para o outro sem assunto
sem perceber esse tempo gerúndio

Voando do lado inverso
Na contra-mão  de todos os versos

Assim caminho junto
Sorrindo sem assunto
Apreciando coisas sem nexos
Na contra-mão de todos os versos
Jamais imaginei como seria
despercebidas poesias

Tudo isso
só por você que
vive nos meus
sonhos

Yuri Thomazelli

3 de fev de 2012

Tudo que não foi



Eu vejo agora todo
o tempo que passou
Longa data que
nunca foi marcada

A sombra de uma
simples inocência
Fluindo hoje através
de um presente gasto

Tudo foi
Um dia de um sorriso 
para antes da chuva cair

Sinto por tudo isso
Seria bom poder apagar
porque continuar
parece não fazer sentido

Continua tudo aqui
e tudo continua como
se não tivesse existido

Tudo foi
Um dia de um sorriso 
para antes da chuva cair

Tentar mais uma vez
Acreditar de olhos fechados
em tudo que não existe
O gosto tão artificial de um beijo



E parece continuar
Como um dia de um sorriso
para antes da chuva cair

Yuri Thomazelli