8 de nov de 2016

Vento uivante

Por onde passo causo arrepios
Por onde passo causo medo
Por onde passo ninguém me viu

Hahaha...
Que medo é esse nesses olhos
que trocam de lado fugindo
do desagrado
Que pensam que evitam, mas
'procuram' o pior no final

Amaldiçoados apodrecem,
mas não fedem
Internamente corroídos pelo tempo
simplesmente porque não os querem
Sem sequer...
Sem nem ao menos...
os interromper

Hahaha...
Ainda te pergunto
Que bagunça é essa na sua cabeça
que te apavora e me leva sepultado?
Quem pensam que evitam, por achar
que eu sou anormal

Amaldiçoados não apodrecem,
nem fedem
Internamente corroídos pelo
orgulho alheio dos que não os querem
Sem sequer...
Sem nem ao menos...
os interromper

Por onde passo não causo arrepios
Por onde passo não causo medo
Por onde passo todo mundo me vê

O que falta pra você crer em vez de fugir?
O que falta pra você parar de fingir?
Do que você tem medo de descobrir?
Tudo isso é medo de me ouvir?

Yuri Thomazelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário